20 dicas para vender roupas online

O mercado de revenda online está prosperando e há mais maneiras do que nunca de ganhar algum dinheiro extra.

Desde encontrar o mercado certo, até encontrar roupas legais e convidativas, eis aqui algumas dicas sobre como vender roupas online:

1. Escolha bem o nome da sua loja

Pense no que você vai vender e nomeie sua loja de acordo com isso. Você pode usar seu próprio nome: “Roupas da Chris, ou criar um nome que seja vintage: Chri‘s Modas, ou ficar com o nome das marcas que você irá vender: Loja da Redley.

2. Escolha um nicho

Você não pode atender a todos, e você provavelmente não deveria! Escolha um ou dois tipos de roupa que deseja vender e fique com eles o máximo que puder. Eu vendo roupas plus size e rockabilly, e às vezes eu me afasto desses dois nichos – isso nem sempre termina bem porque eu não tenho o interesse dos meus compradores anteriores.

3. Origem das Roupas

De onde você vai obter o seu inventário? Brechós, seu próprio guarda-roupa, atacado na internet? São alguns lugares que você poderia começar.

4. Tire fotos brilhantes – frente, verso, etiquetas. Use a criatividade

Depois de ter algumas roupas, comece a falar de fotos. Eu recomendo usar uma boa câmera para fazer isso. Pendure roupas, faça um flat lay ou modele-as para tirar fotos da frente, costas, qualquer detalhe (como bolsos extravagantes, um padrão especial impresso) e quaisquer falhas.

Certifique-se de tirar fotos das etiquetas em sua roupa para mostrar a originalidade da marca

5. Mostre informações de medidas e tamanho

Você pode facilmente encontrar gráficos de tamanho on-line – digite o nome da marca e o “gráfico de tamanho” no Google por exemplo. Você pode fazer o upload disso junto com suas fotos. Isso lhe salvará das perguntas de seus clientes que desejam saber coisas como “qual o tamanho” ou “tem do tamanho x”?

Se você não consegue encontrar um gráfico de tamanho na internet que se relacione com o item exato que você está vendendo, você sempre pode usar qualquer um dos modelos no Sizely .

 

Exemplo de modelos de medição

6. Se for uma compra recente, veja se consegue encontrar uma imagem online

Eu comprei recentemente uma jaqueta que eu gostei, mas não gostei de usar. A gola de pele falsa me fez cócegas demais. Foi recentemente vendida por uma rede varejista, então também enviei essas imagens que estavam na internet. Desta forma, o comprador poderia vê-la profissionalmente fotografada e ter algumas idéias sobre como pedia usá-la.

8. Venda-se bem

Eu costumo postar ‘Confira meus outros itens’, com um link clicável para outros produtos na descrição de cada item. Os clientes podem querer ver outras peças porque gostaram das que já viram. Você também pode usar as mídias sociais para promover as vendas. O Facebook e o Instagram são boas opções.

9. Escreva uma descrição matadora para os produtos

Imagine que o seu cliente está comprando apenas olhando a descrição do seu produto. Finja que ele não pode ver a foto. Descreva em detalhes. Se não tiver certeza sobre algumas informações do item, você pode pesquisar no Google ou direto com o fabricante ou atacadista.

10. Medidas: busto, cintura, comprimento

Meça seus itens à venda. Muitas vezes os clientes querem saber o busto, cintura e comprimento do item. Inclua isso na descrição, escrevendo ou usando os modelos Sizely. Alguns compradores também querem saber a medida da roupa esticada e não apenas aberta. Você provavelmente precisará de alguma ajuda para esticar as roupas e medi-las ao mesmo tempo. Inclua essas medidas nas descrições.

11. Preços: seja realista. O que você pagaria alegremente?

Qual é o preço mais em conta que você aceitaria pelas roupas que você mais gostou de usar na vida?

Se você está comprando roupas para vender por atacado, considere vender a preços de varejo recomendados, ou logo abaixo. Se você está vendendo itens de brechós pré-usados, tente dobrar ou triplicar o que pagou por isso, dependendo do desembolso. Por exemplo, comprei recentemente um vestido por R$ 50,00. Eu vendi por R$ 100,00.

Eu não lucrei muito com a venda, mas eu tenho o dobro do meu dinheiro, e eu não tinha certeza se iria conseguir vendê-la.

Talvez você tenha tentado vender roupas no passado e não tenha tido sucesso. Considere reduzir seus preços. Confira o que os outros vendedores estão precificando na concorrência.

12. Porte postal e a embalagem

Porte inclui toda a embalagem, além do custo de envio. Você pode cobrar por isso também a parte, ou  incluir isso no preço do item.

13. Interaja com os clientes

Os clientes farão muitas perguntas e você precisará responder. Mesmo que eles não comprem desta vez, eles podem ser os próximos a comprar.

14. Se alguém lhe fez uma pergunta diferente, atualize a sua listagem de perguntas e respostas online para que outros clientes possam ver a resposta

Alguém quer saber alguma medida louca, onde foi comprada ou o que eles poderiam usar com ela? Adicione à sua descrição! Outros clientes podem se beneficiar disso.

15. Deixe o cliente saber que você recebeu o pagamento

Assim que a venda for concluída, informe ao cliente que você recebeu o pagamento e agradeça.

16. Rastreamento postal

Você acabou de enviar o item? Avise ao cliente. Se houver um número de rastreamento, inclua isso também. Às vezes, a postagem ou os correios são muito lentos, por isso ajude o cliente a saber que você realmente acabou de enviar o item.

17. Enrole sua roupa

Partiu embrulhar! Plástico bolha ou sacos de plástico são boas ideais para embrulhar e enviar os seus produtos. Isso significa que, se a embalagem ficar molhada, o item não ficará úmido, por exemplo.

18. Faça-os lembrar de você

Em todas as minhas vendas, incluí um cartão de visitas e um pequeno presente. Eu faço meus próprios brincos (comprei peças artesanais a granel do Mercado Livre) e coloco estes presentinhos em um pequeno saco de plástico ao lado do meu cartão de visita. Meus cartões de visita são feitas em uma gráfica barata e incluem apenas meu logotipo e onde os clientes podem me encontrar online.

19. Tente conseguir depoimentos de satisfação dos clientes

Peça gentilmente aos seus compradores que lhe deixem comentários com uma sincera opinião sobre o que acharam dos produtos. Se o seu produto for bom, você terá muitos feedbacks positivos que poderão ser vistos por outros cliente e assim estimulá-los a comprar também.

20. Ofereça outros produtos a clientes que já compraram

Depois de vender alguns itens, lembre-se de manter o ritmo. Os clientes anteriores podem estar interessados ​​no que você tem a mais para oferecer, por isso é melhor ter algo lá para eles verem. 🙂

Boas vendas!

Quer comprar roupas de marca para revender?

Acesse o site da Authentic Store e comece a revender roupas agora mesmo!

Deixe um comentário